• Gisi Fiuza

Como tudo começou...

Atualizado: 13 de Mai de 2020


Olá pessoal.

Irei aproveitar essa plataforma para ficarmos mais próximos e poder contar um pouco mais sobre minhas andanças, minhas histórias, trabalho, lifestyle, vida de mamuska e muito mais....

Sempre me perguntam:

-Como você começou?

-Sua mãe queria que você fosse modelo?

-Com quantos anos?

Então, vou aproveitar o espaço para responder estas e muitas outras perguntas que me fazem pra lá e pra cá.

Então vamos lá!

Ser modelo sempre foi meu sonho, desde muito cedo fazia minhas mães me levarem para concursos, cursos de modelo e manequim. Meu quarto era forrado de mulheres desfilando no antigo Morumbi Fashion (atual Fashion Week), chorava me escabelava que queria estar lá, comprava todas as revistas, Contigo, Caricia, Atrevida. Tititi, Caras fashion kkkk e arrancava as páginas e colava por tudo.

Os três primeiros cursos que fiz não irei citar nomes, porque foram aquelas furadas, estilo as que estão oferecendo ainda hoje. Muito dinheiro, pouco conhecimento e nada de profissionalismo. Não tinham ideia do que era modelar e estavam tirando uns pilas para desfilarmos com algumas celebridades e Eu ia tri feliz kkkkk.... Foi assim dos 12 até os 18 anos, eu só entrava em concursos, acumulava faixas e não saia do chão, fui Garota Estudantil, Mais Bela Comunitária, Rainha da Brigada (rs, rindo alto agora), Garota Réveillon da RBS, Rainha da escola, afff até miss cangalha, se duvidar eu devo ter participado. Até que veio o Garota Verão 2003 e com ele a oportunidade de modelar de verdade. Cheguei a final como uma das favoritas, mas minha ansiedade e nervoso me deixaram gaga, louca e mais burra que o normal kkkk, gaguejei e esqueci todo o texto, finalizando dizendo: - Bom gente, eu esqueci o texto, então gostaria de convida-los para visitar nossa Festa da Uva de tal dia a tal dia, fui!!! Sérioooo!!! Os jurados não acreditavam, tanto que um deles me dissesse:

- Caxias, aprende a falar que tu fica entre as três. Bóóóóó!!!!

Bom, não deu tempo de aprender, e se fosse hoje não sei se teria calma suficiente para fazer diferente, mas sai de Capão da Canoa, decepcionada com a frustração de minha mãe biológica e com uma conta gigante pra pagar. Sim, minha mãe acreditava tanto na vitória que alugou dois ônibus da Caxiense para levar a torcida, por fim maltratou o povo de raiva, uma vergonha! Não sabia aonde me enfiar. Graças a Deus, tudo tem o lado positivo, foi ai que duas agências de Porto Alegre gostaram da minha pessoa e marcaram um “casting” na semana seguinte.

Na segunda-feira fui até as agências e uma delas, a Merilyn (não lembro como escreve) me fez a melhor proposta, fazer um trabalho para Malwee e em uma semana iniciar meu internacional. E assim foi. Na semana seguinte eu embarcava para o Chile na agência ID models e descobria o que era e como era ser modelo de verdade, mas isso já é assunto para uma nova postagem.

Espero que tenham curtido esse primeiro bate papo e deixem seus comentários, sugestões , enfim, tudo para nos deixar cada dia mais coladinhos.

Fuiiii!!!! Bj Bj!!!

#modellife #life #verão #internacional #modelo

56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo